terça-feira, 16 de outubro de 2012

Clarão (Poema)





da janela
sol em raios
desponta

lua bela
de soslaio
me conta

que vi tudo
num clarão
tão cego

fiquei mudo
co'a emoção
tão perto.

DG
.



(para Cat*, meu amor s2)

16 comentários:

  1. OI DANIEL!
    É, AS VEZES A EMOÇÃO NOS DEIXA MUDOS E CEGOS MESMO...
    LINDO TEU POEMA.
    ABRÇS
    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  2. Daniel,que linda sua poesia!A natureza e seus clarões nos encantam!bjs e boa terça!

    ResponderExcluir
  3. Dan, adorei esse poema!

    Até me inspirei... Vamos lá!

    Lua de soslaio
    É mesmo coisa de vigário
    Mede esforços se para si
    Não regula atos ao próximo
    Assim é no amor, algo de solário
    Força de amor incondicional
    Aquele amor que só sente quem se doa
    Doa a quem doer e dá-se quem sabe doar-se
    Gira mundo
    Gira fundo
    Vira lapso de encanto
    Roda gira
    Girassol/lua
    Me surge um suspiro
    Derrete meu medo, soa uma nota
    Age de perto, faz de longe, sussurra no invisível
    Diz-se santo, alto lá!
    Tá mais pra pranto em emoção
    É indizivel paixão!



    Ah que bunitinhuuuu....

    bjsMeus*
    Catita

    ResponderExcluir
  4. ...a Catita respondeu à altura
    tão belo poemar.

    lindissima sintonia de dois
    corações que só entendem
    de amar...

    fiz até versinho...rsrs

    bjokas, menino!

    ResponderExcluir

  5. Olá Daniel,

    Catita deve estar sorrindo à toa com este belo presente. Aliás, a resposta veio linda e prontamente (rsrs).
    Adorei a beleza e o estilo do poema.

    Meu abraço.

    ResponderExcluir
  6. Emudecer de amor, o que há de melhor? Benditos sejam os corações dispostos a mergulharem em mares revoltos de tanto amor.

    Lindo, Daniel.
    Parabéns pra sua inspiradora.

    ResponderExcluir
  7. Meu amigo,que beleza de inspiração com uma volta pela arte da sintese fantastica.Linda semelhança com esta nova forma de poema (Mindim),creio que voce ja conhece.Assim a declaração se reveste de uma ternura maravilhosa que encanta e inspira.
    Meu terno abraço amigo.

    ResponderExcluir
  8. Estamos fazendo um sorteio. Vamos participar?

    Desde já um abraço e boa sorte.

    Visite o blog:


    http://luzia-medeiros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. ...Daniel querido poeta,
    suas visitas sempre me elegram.

    amei este sintonia entre
    dois corações apaixonados.

    Catita (cativante) e você,
    poeta de luz,
    fazem a diferença nesta
    blogosfera de loucos...rs

    bjokas da Vivi!

    ResponderExcluir
  10. O clarão, quando próximo, mexe demais com a sensibilidade de qualquer pessoa, gostei muito do seu poema simpático. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  11. Mmmmm!
    Me senti nesta janela contigo.
    Vendo esta lua tão nossa,
    Tão de poeta...
    Tão de poesia...

    ResponderExcluir
  12. Daniel,passei para reler algumas poesias e agradecer por ter permitido que eu postasse sua poesia lá no Recanto!Com certeza um poeta muito apreciado lá no meu espaço!bjs,

    ResponderExcluir

  13. Oi Daniel,

    Passando para agradecer a visita e desejar-lhe um lindo dia.

    Meu abraço.

    ResponderExcluir
  14. amigo daniel, lindas palavras para um lindo nascer do sol, tenho presenciado vários ultimamente e são indescritíveis!!!! beijos mil e ótimo domingo..

    P.S.: obrigada pela visita e por tuas palavras em meu blog também.. voltarei aqui mais vezes com certeza..

    ResponderExcluir