terça-feira, 30 de outubro de 2012

Amor Proibido (Poema)

                                         Óleo de Magritte Os Amantes



A vida parece só ter mesmo graça
Nos braços de um amor proibido
Com perfume doce de um beijo maldito
Enquanto o eterno encanto não passa

São mais verdes os campos velados
Que guardam segredos quase tão possíveis
Sonham-se os sonhos todos incríveis
Roubam-se os tesouros de um outro guardado

Mas se é livre, perde-se toda ilusão
As portas abertas não contentam
Num rancho onde sonho, desejo e paixão

Escancarados não se contemplam
Mostram-se a cara, ocultam-se o coração
Reservam-se indecifráveis fendas

DG
.

16 comentários:

  1. Sou a favor dos escancarados... dos livres. Daqueles que competem com o vento... Quem segura uma alma livre? Nada! Ninguem!. Mas em contrapartida exige-se uma cumplicidade muito maior.... É o que sempre digo: Doa-se quem se doer e doar-se!
    Belo poema de outrora...

    bjsMeus
    CAt

    ResponderExcluir
  2. Daniel,poesia perfeita e disse tudo que penso!Amor com "sabor de fruta mordida"como diz o Cazuza,a maioria não quer,pois virou rotina e entram numa fantasia de principe(princesa) encantado(a) que acaba sempre numa desilusão!bjs e boa terça!

    ResponderExcluir
  3. Olá amigo,
    Todo poeta tem um pouco de bruxo sabia?
    Escreve pouco falando muito sobre talvez o que tenha sido, ou o que é, ou quem sabe será!!!deixando os pobres mortais nus diante de um doce pecado oculto.
    beijo
    Joelma


    ResponderExcluir
  4. LindoO seu poema Daniel! \o/

    Não é nada fácil amar, sobretudo quando não podemos ou devemos.*-*



    Beeejo-Beeejos...♥

    Darlene Alves...^^

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  6. Além de eu ter gostado das palavras usadas, e da sinfonia que elas desenham, lembrou-me um tantinho de Luís de Camões *-*


    Hey segue de volta?
    Adoraria que lesse meu último post pra deixar um comment:
    diademegalomania.blogspot.com

    Agradecido, Clive B.

    ResponderExcluir
  7. Olá Daniel,

    Gosto muito de visitar "sua casa". Em tons de branco, nos transmite uma intensa paz.

    Amor proibido é das coisas melhores, que existem.
    E saber que não se pode ter, fazer, acontecer e tudo se tem, e tudo se faz e tudo acontece.
    Nossa! A gente entontece!

    O amor de "porta aberta", todo o mundo tem, mas o de porta cerrada, é só pra alguns.

    Grata por seu comentário tão agradável, em meu blog.
    Beijo da Luz.

    ResponderExcluir
  8. O amor proibido instiga assim como os versos...abraços e uma bela noite pra ti amigo.

    ResponderExcluir
  9. Se o permitido já inflama
    O amor proibido não perca:
    É bem mais verde a grama
    Do outro lado da cerca.


    Belos versos. Abraços.

    ResponderExcluir
  10. visite este blog
    pretende visitar e se reunir com o seu
    Blog é muito bom
    Aqui eu só quero visitar um colega blogueiro e World familiarizado
    para participar na aprendizagem e leitura de mensagens
    boa tarde
    obrigado

    ResponderExcluir
  11. Amar é tão simples e tão complexo, tão normal e raro, possui estradas tão livres e proibidas. Mas, porque me atenho a falar de amor aqui, se disso eu não sei?

    Beijos, caro poeta.

    ResponderExcluir
  12. Uma bela tarde pra ti meu amigo...abraços..

    ResponderExcluir
  13. Vim agradecer-te a mensagem de dia desses, e reiterar o que já disse "és talentoso com os poemas, mantenha-as" e indiquei teu blog para alguns amigos ^^


    Hey, postei a terceira parte do texto que tu comentou esses dias.
    Desculpa incomodar de novo, mas teu comentário é relevante pra mim.
    pode ler e comentar lá?
    diademegalomania.blogspot.com

    Agradecido, Clive B.

    ResponderExcluir
  14. Uma bela quinta feira pra ti meu amigo e um bom feriadão...abraços.

    ResponderExcluir
  15. Que sentimento é o amor, que mesmo em adversidades reina soberanos em meio adrenalinas?
    Amar o proibido e não se proibi de amar.
    Beleza de soneto amigo.
    Meu abraço de paz e luz.

    ResponderExcluir